Missões aeroespaciais seguras após a qualificação estrutural dos lançadores Ariane 5 e 6

O Instituto Nacional de Tecnologia Aeroespacial da Espanha (INTA), por meio do Centro de Testes do Programa Ariane (CEPA), realiza os testes de qualificação das grandes estruturas dos lançadores Ariane, especificamente aquelas localizadas no topo do foguete, onde estão os alojamentos com o equipamento de controle de voo e a estrutura de interface entre o primeiro e o segundo estágio do lançador.

Desafio

O Instituto Nacional de Tecnologia Aeroespacial Espanhol (INTA), através do Centro de Testes do Programa Ariane (CEPA), está realizando os testes necessários para a qualificação estrutural dos lançadores Ariane 5 e 6 e de muitos outros elementos que serão incluídos nas missões da Agência Espacial Europeia (ESA). Isso requer a mais inovadora tecnologia de sensor e aquisição de dados para atender aos rígidos requisitos em termos de medição do comportamento dinâmico das estruturas e prazos.

Solução

O CEPA usa uma combinação de strain gauges HBK, sistema amplificador CANHEAD, sistema de aquisição de dados MGCplus e software catman DAQ para adquirir informações sobre os componentes estruturais dos lançadores e para trabalhar com até 7000 canais simultâneos.

Resultado

O sistema HBM cria uma cadeia de medição confiável e versátil que fornece a máxima precisão possível, enquanto reduz o custo e o tempo de teste. O mais importante é garantir a segurança do lançador Ariane e de suas cargas úteis, apoiando projetos espaciais como o JUICE (Jupiter Icy Moons Explorer).

O CEPA ocupa um hangar ligado à pista do aeroporto da base aérea de Torrejón de Ardoz (Madrid), e tem como objetivo averiguar como se comportam o lançador e demais estruturas da aeronave antes de serem colocadas em operação, contribuindo assim para garantir a segurança e o bom desempenho durante o voo e vida operacional. Por isso, é necessária a tecnologia mais inovadora.

O centro de testes conta com as soluções HBK para sensores e aquisição de dados. No caso do teste de foguete Ariane 5 e 6:

é utilizado para atender aos mais rígidos requisitos de projeto, tanto no que se refere à qualidade dos testes quanto aos prazos, pois há compromissos de voo e data de lançamento.

Cumprimento de prazos

Por exemplo, está previsto que a sonda espacial para a missão JUICE (Jupiter Icy Moons Explorer) será lançada em 2022 por um foguete Ariane 5 cuja estrutura já passou nos testes do CEPA.

Os diferentes tipos de strain gauges HBK e sistemas de aquisição de dados permitem obter informações sobre as cargas a serem obtidas (por meio de atuadores hidráulicos para obter dados de até 700 toneladas), trabalhando com até 7000 canais simultâneos.

Adaptação às necessidades de cada teste

osstrain gauges, presentes em 80% dos canais, são ideais para medir a deformação das estruturas. Os sistemas MGCplus e CANHEAD, que podem ser instalados próximos aos pontos de medição, ajudam a reduzir os custos de fiação e fornecem uma alternativa ideal para adquirir e analisar dados de um grande número de canais.

Além disso, esta solução HBK pode ser adaptada às necessidades de cada processo de teste de qualificação estrutural, e atende aos requisitos de testes 'grandes' (com entre 2.000 e 2500 canais, como no caso do Ariane 6) e testes 'pequenos' (com entre 500 e 1000 canais).

Relacionamento duradouro

Como destacou Ricardo Atienza, chefe do CEPA:

A escolha da HBM é consequência de, “Uma colaboração durante mais de 20 anos em que seus produtos demonstraram desempenho superior aos da concorrência. O serviço pós-venda e a velocidade de resposta recebida da equipe de profissionais da HBK são excelentes, por isso recomendamos suas soluções para outros parceiros e clientes. ”

Sem dúvida, o CEPA continuará a depositar sua confiança no extenso portfólio de soluções de teste e medição HBK quando realizar seus próximos testes de qualificação em estruturas, cargas e novos equipamentos.

Sobre INTA

O Instituto Nacional de Tecnologia Aeroespacial Espanhol (INTA) é um organização pública de pesquisa (OPI) do Ministério da Defesa, especializada em pesquisa e desenvolvimento tecnológico nas áreas da aeronáutica, espaço, hidrodinâmica, segurança e defesa.

Tem uma dupla função: realizar pesquisas científicas e atividades de desenvolvimento de sistemas e protótipos e prestar serviços de consultoria a clientes, universidades e instituições. Ao longo dos seus mais de 75 anos de existência, os laboratórios e instalações do INTA formaram muitas gerações de cientistas e engenheiros.

Contact us Entre em contato com a HBM do Brasil para mais informações sobre produtos, sistemas, dúvidas técnicas e cotações.