Corte por jato de água: Medindo com precisão mesmo à altas pressões

O corte por jato de água requer pressões de água extremamente altas, de 3.000 à 5.000 bar. E estas têm que ser medidas com precisão. Para isso, a HBM oferece transdutores e transmissores de pressão especiais.

Nos anos oitenta, a adição de substâncias sólidas ao jato melhorou o corte por jato de água de maneira tão significativa, que a espessura viável máxima do material, neste caso, os metais, foi aumentada para 200 mm. O corte abrasivo por jato de água permite a realização de cortes de maior profundidade que o corte por laser.

Por exemplo, o laser corta o aço inoxidável até uma espessura de 20 mm. Já com o jato de água, até 100 mm é possível. O método de corte por jato de água alcança uma precisão de corte de cerca de ±0.1 mm. A retocagem dos cantos do corte não é necessária e não há o surgimento de gases tóxicos. Já o método do laser produz resíduos de combustão: ao se trabalhar, por exemplo, com plásticos, acrílicos, borrachas e materiais esponjosos, vapores tóxicos são produzidos.

Em geral, os métodos de corte e chanfragem por jato de água são excelentes alternativas às técnicas convencionais de corte e métodos de remoção, já que além das vantagens listadas acima, eles também podem ser usados em situações nas quais outras tecnologias, como o corte à laser, não funcionam. Alguns exemplos: trabalhos sob a água, ou onde substâncias explosivas estão envolvidas, bem como em tanques de combustível cheios. O corte por jato de água é um método de corte frio que funciona em praticamente todos os materiais. Isto inclui também os materiais compostos, como laminados ou plásticos reforçados com fibras. Possíveis deformações da peça de trabalho devido ao efeito térmico causado pelo uso do laser não acontecem aqui.

Ademais, o preço de aquisição de sistemas baseados em corte por jato de água é mais baixo que o de laser. Também por esta razão o método por jato de água é extremamente promissor.

Tecnologia de medição apropriada para o uso com o corte por jato de água

Antigamente era praticamente impossível medir altas pressões com precisão. Mas graças aos transdutores da série P3MBP BlueLine e aos transmissores de alta pressão P2V da HBM isto não representa mais um problema. A característica especial da construção patenteada - e que constitui a base dos transdutores de pressão da HBM de até 15.000 bar - é a câmara de pressão monoliticamente fechada. O que significa que o corpo de medição é feito de uma peça única, sem soldas, tem uma frequência própria muito alta e um tempo de vida útil até os dias de hoje não visto.

Fale Conosco Entre em contato com a HBM do Brasil para mais informações sobre produtos, sistemas, dúvidas técnicas e cotações.