Schuler: tecnologia de medição da HBM no monitoramento de processos

Novas moedas são colocadas em circulação quando as antigas são defeituosas e gastas. As prensas de cunhagem feitas pela Schuler, empresa sediada em Göppingen, estão envolvidas em cerca de 80% da produção mundial de moedas.

Dinheiro vivo em ciclos de um minuto

Até 800 moedas são cunhadas a cada minuto em uma prensa, o que para uma moeda de 2 euros significa um valor equivalente de 1.600 euros por minuto de dinheiro vivo "novo".

Crucial para a qualidade e a aparência de uma moeda não são apenas a ferramenta e o material usado, mas também a força da pressão usada para a cunhagem. A força de cunha definida com precisão é de até 150 t, e é monitorada.

A Schuler conta com a tecnologia de medição altamente dinâmica e confiável fornecida pela HBM para isso, com uma cadeia de medição que inclui o  transdutor de deformação SLB700A e o amplificador de medição MP85 DP.

A força é medida pela tensão da base da máquina em um shunt de força com o SLB700A. A grande vantagem está na facilidade de instalação do transdutor de deformação com quatro parafusos.

A adaptação do firmware do MP85 DP permite a implementação de gravação de força de pico muito rápida. O valor medido é encaminhado via Profibus para o CLP Siemens S7-300A primário, onde é comparado e monitorado com valores limites superiores e inferiores ajustáveis.

Monitorando o processo de cunhagem

O processo é controlado por um controlador de came (Fig. 4), que disponibiliza os sinais de "janela de medição ativa", "clear" e "definida para zero" para monitorar a força.

Configuração de zero ocorre antes que a janela de medição seja ativada, para compensar possível deslocamento do zero. A gravação real do valor da força de pico ocorre no modo "medição da janela ativa" e o valor é armazenado até que o controlador de came redefina a memória do valor de pico com o sinal "clear" e o processo recomeça.

Prensas de estampo de alta velocidade em até 3.000 batidas por minuto

A monitoração rápida da força de pico com o amplificador MP85 DP e o transdutor de tensão SLB700A não é aplicável apenas para prensas de cunhagem, mas também será usada em breve para prensas de estampo de alta velocidade (Fig. 6). Em contraste com as prensas de cunhagem, a força de dois dos quatro montantes diagonalmente opostos da estrutura de prensagem é monitorada. Forças de 100 t a 400 t, em velocidades de 800 a 1.000 batidas por minuto podem ser alcançadas.

As prensas de estampo de alta velocidade (Fig. 6) são usadas, por exemplo, para marcar chapas de aço para motores elétricos. O objetivo também é melhorar o desempenho nessa área no futuro, com até 3.000 batidas por minuto, o que significaria tempos de ciclo inferiores a 500 ms.

O cliente

Schuler Group

Produtos relacionados

HBM SLB700A

Fale Conosco Entre em contato com a HBM do Brasil para mais informações sobre produtos, sistemas, dúvidas técnicas e cotações.