Transdutor de deformação de alta sensibilidade com dimensões compactas para monitoração de força de nível industrial

Com a fabricação dos extensômetros piezoelétricos CST/300, a HBM apresenta um dispositivo de medição que vai de encontro às solicitações no setor industrial de uma tecnologia de medição compacta com alta sensibilidade.

A medição da força em máquinas atinge níveis de precisão sem precedentes se os sensores de força foram instalados diretamente no fluxo da força. No entanto, para consegui-lo é preciso adaptar a máquina ao sensor, o que nem sempre foi concretizável até agora.  

Os sensores de deformação são a alternativa mil vezes comprovada para que este tipo de adaptação seja possível. Estes usam as deformações dos objetos de medição sob influência de forças, por exemplo em tarefas de monitoração nas inspeções de edifícios. Por serem proporcionais à força, estas deformações dos materiais podem ser medidas através do transdutor da deformação. Os sensores com base em extensômetros são então, em inúmeras situações, uma verdadeira alternativa para a integração de sensores de forças. Com limites encontrados apenas na medição de deformações muito pequenas.

Este é o caso, por exemplo, de objetos que só apresentam níveis reduzidos de deformação quando sujeitos a esforços, como prensas, instrumentos de soldagem e máquinas para engaste de chapas ou quando o espaço disponível é muito limitado.

Com o novo transdutor de deformações piezoelétrico CST/300, a HBM superou todas estas limitações. A alta sensibilidade ao redor dos 50 pC/N permite sinais de saída elevados favorecendo assim a boa reprodutibilidade mesmo em ambientes de medição adversos. Pequenas deformações de 10 µm/m ou menores, ou nano-deformações de até 300 µm/m podem, desta forma, ser registradas sem problemas. A calibração apropriada pré-assumida pode ser incorporada facilmente nas forças atuantes. Fixado com um único parafuso e com um comprimento total de somente 47 mm, o transdutor requer pouco espaço o que lhe permite resistir a influências externas como movimentos de cabos ou campos eletromagnéticos.

A HBM demonstra novamente aos seus clientes do mercado do setor piezoelétrico, que vai continuar expandindo e ampliando o seu portfólio de produtos inovadores.

Fale Conosco Entre em contato com a HBM do Brasil para mais informações sobre produtos, sistemas, dúvidas técnicas e cotações.