O Sistema de Registro e as Células de Carga Fornecem Informações Sobre as Quantidades Colhidas por Funcionário

A empresa holandesa de horticultura e produção de tomates, Meer Camp, recentemente implantou um novo sistema de registros, o que fornece uma visão precisa do trabalho e do desempenho de seus funcionários.  Graças ao sistema, o funcionário obtém informações úteis sobre sua produtividade. Pesar as caçambas com os tomates colhidos é uma parte integrante do trabalho. Isso fornece uma contagem de quantos tomates foram colhidos por funcionário para que seu pagamento seja mais bem ajustado ao trabalho realizado. A pesagem das caçambas é feita usando células de carga da HBM, que passam as informações da pesagem para a administração.

Meer Camp em Made, na Holanda, é um viveiro de médio porte que cultiva diferentes tipos de tomates, como os tomates de videira. O viveiro abrange uma área de aproximadamente 13 hectares, nos quais 8 hectares compreendem uma estufa, que produz anualmente cerca de 5 milhões de quilos de tomates de videira.

Quando a Meer Camp teve que atualizar seu sistema de registro de tempo em 2016, o diretor Dirk-Pieter van der Meer entrou em contato com a ProCC de Rotterdam, uma jovem empresa de TI que tinha desenvolvido um novo sistema. O sistema grava todas as informações sobre o trabalho do funcionário, para que ele possa ter uma quantidade precisa de horas trabalhadas e do serviço executado. O sistema usa o protocolo NFC (Near Field Communication), que permite a troca de informações sem fio a uma curta distância. Para o registro das atividades, as etiquetas  NFC  são escaneadas com a ajuda de smartphones, que são colocados nas caixas registradoras. Os celulares, por sua vez, comunicam através de pontos Wi-Fi na estufa com o sistema financeiro-administrativo no escritório, que coleta e processa todos os dados.

Células de Carga Conectadas a Um App de Smartphone

Os funcionários da Meer Camp, especialmente os trabalhadores temporários da Polônia, têm acesso aos smartphones Android para seu trabalho. Na entrada da estufa, o celular é escaneado e começa o registro. No smartphone, é instalado um app com um menu drop-down para uma série de tarefas, como colher ou cortar uma folha de tomate. O trabalho pode ser definido pelo próprio funcionário, que entra em uma atividade e verificar a etiqueta NFC na fileira que ele executa o trabalho. Se ele mudar de fileira ou de atividade, ele deve alterar através do app ou escanear uma nova etiqueta NFC.

Se um funcionário está colhendo tomates, ele também relata isso via app, mas também escaneia a etiqueta NFC na caçamba e, claro, a fileira que ele está colhendo. Assim que as embalagens estiverem completas, elas são enviadas para o departamento de logísticas, onde são escanadas e pesadas em uma plataforma de pesagem. Isso acontece com as células de cargas e eletrônicos de pesagem fornecidos pela HBM. A informação das células de carga é enviada diretamente para o sistema online. Como o peso das caçambas é conhecido, cada funcionário individualmente pode calcular o peso dos tomates colhidos e quanto tempo ele demorou para fazê-lo.

“Fornecemos quatro células de carga tipo HLC, incluindo fornecimento de energia e os eletrônicos AED para este projeto. Além disso, também fornecemos suporte técnico para o desenvolvimento da aplicação e instalação na Meer Camp”,

explica Peter van Spaandonk, Gerente Comercial para este projeto na HBM Benelux. Ele continua: “para nós, a horticultura é um mercado interessante, no qual muitas aplicações são concebíveis. Por exemplo: fizemos m projeto onde o gerenciamento de água na estufa foi monitorado por células de carga. As células de carga são amplamente usadas na triagem e pesagem de frutas e vegetais e na checagem do peso das embalagens. Para o proprietário, não apenas a pesagem individual de seus produtos é importante, mas também o rendimento em relação ao esforço feito e a matéria-prima utilizada. Em todos estes casos, a HBM pode ser um fornecedor de  soluções inovadoras”.

Link Administrativo com Todos os Sistemas Financeiros Atuais

“Além da produtividade do funcionário, o sistema pode registrar ainda mais dados”, diz Jeffrey van Uunen, presidente da ProCC. “Por conta de estarmos conectados com todos os sistemas financeiros atuais, como o Exact ou o Unit4, os dados podem ser facilmente adquiridos pela contabilidade, administração de salários ou a agência de empregos. Por exemplo, os funcionários pode rastrear o número de faltas ou dias doentes no sistema e dividir as atividades em acerto com o administrativo e o pagamento do trabalho, e acertar o pagamento em cada caso. O sistema é tão flexível que outras informações podem ser facilmente importadas, como por exemplo, é possível reportar problemas técnicos, doenças ou pragas na estufa através do app, o que torna o sistema uma ferramenta útil para outras atividades. As empresas podem dividir um trabalho complexo em trabalhos temporários para saber quais atividades consomem mais tempo. Desta forma, você pode otimizar o fluxo de trabalho”.

Pagamento Honesto pela Pesagem dos Tomates Colhidos

O registro do trabalho oferece inúmeros benefícios para o produtor de tomate. Eles têm uma melhor visão do tempo gasto por seus funcionários. E pela pesagem dos tomates colhidos, ele também sabe quanto cada funcionário colhe. Esta informação é visualizada pela área administrativa. Os funcionários com melhor desempenho recebem um bônus na forma de um aumento do valor por hora trabalhada.

“Nós sentimos que esta maneira de trabalhar incentiva alguns dos outros funcionários a se esforçarem mais, porque ninguém quer receber menos ou não ser reconhecido”, diz Dirk-Pieter van der Meer, Diretor da Meer Camp.

“Isso aumenta nossa produtividade geral. Nosso objetivo é reduzir os custos trabalhistas globais em 8% nos próximos anos”.

De acordo com Jeffrey van Uunen, o registro também tem benefícios para os funcionários, porque contribui para uma remuneração justa: “Os trabalhadores que apresentam melhores resultados recebem um bônus na forma de um aumento no valor da hora trabalhada. Com nosso sistema, você pode documentar de forma correta. Você pode até usar esta informação para a auditoria GRASP, que exige que as empresas no ramo agrícola e de horticultura sejam responsáveis por suas políticas de pessoal e condições de trabalho. Esta diretiva surgiu do desentendimento dos pagamentos abaixo do realizado e da exploração de estrangeiros. Com nosso sistema, você pode provar que está pagando seus funcionários”.

Sistema Acessível Também para Pequenos Produtores

“Nosso sistema é muito flexível e acessível”,

explica Jeffrey van Uunen. “Nós nos concentramos principalmente em produtores de pequeno e médio porte que entregam ou terceirizam parte de sua administração a uma empresa de contabilidade externa. Nossos clientes não pagam dezenas de milhares de euros por uma taxa de licença, mas um valor fixo por hectare. Para a Meer Camp, o custo total da compra e implantação de nosso sistema foi menor do que a atualização do sistema atual. O sistema também é acessível para pequenos produtores porque os custos estão relacionados ao tamanho da empresa e à folha de pagamento. Além disso, podemos adicionar uma variedade de outros registros de forma muito flexível, permitindo que pequenos produtores aproveitem informações relevantes e dados sobre suas empresas, equipe e cultivos”.

No hardware, a ProCC não tem mais nada a aprimorar O sistema é simples e funciona em smartphones com sistema Android e interfaces de acesso Wi-Fi. A HBM, fornecedor de células de carga para plataformas de pesagem, é uma especialista na tecnologia de pesagem, que obteve bons resultados na indústria alimentícia e de horticultura. A ProCC implementou agora a solução em quatro produtores, que juntos possuem aproximadamente 50 hectares de estufas, mas Van Uunen espera que o número de estufas possa crescer rapidamente para 150 hectares, graças à colaboração de outras empresas.

Fale Conosco Entre em contato com a HBM do Brasil para mais informações sobre produtos, sistemas, dúvidas técnicas e cotações.