Transdutores e a Internet das Coisas

Desde seus primeiros dias, a internet conectou pessoas a outras pessoas.

No entanto, uma parte emergente da internet não conecta pessoas a outras pessoas; conecta pessoas a coisas. Por exemplo, códigos de barras e scanners conectam pacotes à Internet para que possam ser rastreados até que cheguem ao seu destino. Na indústria, os equipamentos conectados à internet permitem que as empresas tenham mais controle e conhecimento sobre seus processos de produção.

À medida que a chamada Internet das Coisas (IoT) cresce, ela se tornará cada vez mais dependente de transdutores, que detectam informações que podem ser carregadas na Internet.

Os dois tipos de transdutores

Na sua forma mais básica, um transdutor é um dispositivo que converte um tipo de energia em outro. Existem dois tipos de transdutores; sensores e atuadores.

  • Os sensores detectam formas de energia, como luz ou força, e convertem esta energia em informação digital que pode ser utilizada.
  • Atuadorestambém recebem uma entrada e liberam uma saída; no entanto, eles fazem isto do modo oposto que um sensor funciona. Um atuador é um transdutor que recebe informações e produz alguma forma de energia física. Por exemplo, seu smartphone pode vibrar no seu bolso através do uso de atuadores.

Os sensores são transdutores que alteram uma influência física em um sinal de saída. Pode ser um termopar que fornece uma mudança mensurável na tensão, se aquecido ou resfriado ou uma carga, que ocorre se uma força é introduzida em uma arruela de força piezoelétrica.

A Internet Industrial das Coisas (IIoT)

Os transdutores estão permitindo que o setor industrial aproveite as tecnologias de big data, analytics e machine learning em vários processos. Especificamente, os transdutores podem detectar sinais de desempenho e degradação da máquina, aumentando a eficiência e a mitigação de quebras.

Usando técnicas de Big Data e tecnologia de transdutores, as empresas podem identificar fatores antes ocultos em todo o ciclo de produção. Isto resulta na quebra de barreiras entre os departamentos de engenharia, manufatura e suporte.

A Internet Industrial das Coisas ainda está em sua infância, então ainda há muitas oportunidades para as empresas obterem uma vantagem inédita. Esta onda de ruptura provavelmente criará novos grupos de líderes e seguidores.

O Papel dos Transdutores na IIOT

Embora as análises e outras tecnologias de Big Data possam ser os "cérebros" da IIOT, os transdutores são o sistema nervoso; coleta contínua de informações e fluxo de dados para centros de processamento. Sistemas de internet industriais dependem de sensores para informações precisas e contínuas para medir pressão, temperatura, volume, orientação e outros parâmetros.

Muita atenção tem sido dada às funções de automação e aprendizado de máquina na futura tecnologia industrial. No entanto, os avanços do software só fornecerão recursos limitados sem a tecnologia de ponta do sensor.

Considere os seguintes exemplos de tecnologia de transdutores industriais:

  • Temperatura - Existem vários tipos de sensores usados para medir a temperatura. Os dois tipos principais são aqueles com contato ou sem contato. Estas categorias são divididas em sensores de temperatura mecânicos, sensores de temperatura elétricos, termopares, termômetros de resistência e sensores bandgap de silício. Estes sensores são usados para a manutenção de sistemas sensíveis à temperatura.
  • Força - A tecnologia Strain Gauge permite medir a força com precisão e rapidez. Portanto, os strain gauges medem a deformação dos objetos e alteram o impacto mecânico em uma mudança de resistência elétrica
  • Torque - Similar aos strain gauges de força, permite também a medição do torque. Muitos medidores de torque medem a velocidade de rotação simultânea para que a potência mecânica possa ser calculada

Conteúdo adicional

Sensores
HBM is a supplier of a range of sensors & transducers. View our range of strain gauges and load cells here.
Glossário: Internet Industrial das Coisas
Este glossário explica os termos-chave da Internet Industrial das Coisas e os tópicos relacionados.