Entrevista: Analógico versus Digital - Quais são as tendências atuais?

Na entrevista a seguir, Michael Guckes, gerente de produtos para amplificadores e software industriais da HBM, responde a perguntas sobre o futuro da digitalização e como fazer a transição de cadeias de medição analógicas para digitais.

Sr. Guckes, quais são as tendências atuais em automação industrial?

"A digitalização dos processos é uma megatendência na automação industrial. As pessoas querem tornar suas linhas de produção e bancadas de teste mais inteligentes e autônomas. Seu objetivo final é que a máquina se controle automaticamente para reduzir o erro humano, melhorar a capacidade de processamento e acelerar os processos gerais."

Por que as empresas estão mudando para medições digitais e quais são os benefícios de se fazer isso?

"As empresas querem aproveitar o aumento da qualidade dos processos que as medições digitais podem fornecer. Uma fábrica digital inteligente precisa de menos funcionários e pode ser muito mais flexível em termos de itens de produção variáveis e tamanhos de lote, o que aumenta a eficiência de custos.

A customização em massa de produtos é outra megatendência; o número de produtos em um lote diminui enquanto o número de trabalhos de produção exclusivos aumenta. Economicamente, isso só é viável com equipamentos de produção digital e cadeias de medição digitais. Por exemplo, Os amplificadores industriais da HBM preenchem os requisitos necessários para implementar esses processos".

Michael Guckes é gerente de produto para amplificadores industriais e software na HBM com mais de 10 anos de experiência no controle de processos industriais.

Como você pode fazer a transição do analógico para o digital?

"O primeiro passo na transição do analógico para o digital é investir em sensores inteligentes. Os sensores controlam as máquinas e fornecem feedback aos sistemas de controle e aos usuários. Sensores digitais modernos fornecem mais do que apenas o sinal de medição. Eles também fornecem dados de diagnóstico monitorando a si mesmos e os processos subjacentes. Nós chamamos isso de monitoramento da saúde."

Quais são os benefícios do processamento digital?

"Com os dados do sensor e a função de diagnóstico, podemos criar bancos de dados e usá-los para análises adicionais e atualizações do sistema. Isto leva a outra megatendência: Big Data! Quando temos dados suficientes coletados, podemos usar algoritmos inteligentes para detectar falhas em produtos ou nas máquinas e ferramentas de produção. Podemos controlar o tempo do processo e reduzi-lo fazendo uma análise profunda. Isto permite que o usuário otimize os fluxos de produção. O objetivo final da manutenção preditiva é evitar o tempo de inatividade da máquina, agendando serviços e manutenção em tempo hábil".

Quais indústrias utilizam medições digitais?

"Plantas de produção com processos sequenciais e máquinas que necessitam de monitoramento contínuo podem se beneficiar enormemente de processos digitalizados. Na monitoração de condições para geradores de energia elétrica, monitoramento de integridade estrutural de edifícios e pontes, e assim por diante, os processos são implementados para serem executados mais rapidamente, com mais precisão e para exigir menos trabalho manual. Como os funcionários altamente qualificados tecnicamente estão se tornando raros, as máquinas precisam se tornar mais inteligentes e autocontroladas para compensar esta escassez em mão-de-obra."

Por que muitas empresas ainda se apegam a medições analógicas?

"As pessoas ainda usam medições analógicas porque estão acostumadas a isso. É fácil de integrar e os técnicos têm experiência no manuseio de sinais analógicos de tensão ou corrente. Sinais digitais e fieldbuses são um pouco mais difíceis de lidar no início; os usuários precisam de treinamento para codificação de software para produção digital controlada por plc e máquinas de teste. Portanto, o primeiro passo para se tornar digital parece ser uma barreira, mas uma vez que você olha para os benefícios que a digitalização traz (desde a redução de cabos e hardware para I/O até o monitoramento da saúde), há apenas um caminho a seguir. Algumas empresas implementaram processos digitais, mas ainda usam alguns sinais analógicos para monitorar informações relevantes da máquina, o que serve como um bom meio-termo. No entanto, o futuro é digital".

Como a HBM aprimorou a tecnologia de medição?

"A HBM produz sensores digitais e eletrônica de medição com funções inteligentes integradas para aplicações da Indústria 4.0 ou manufatura avançada, como chamamos. Nossos sensores precisos enviam dados de diagnóstico confiáveis e alimentam os sistemas de controle com informações sobre o estado de saúde da máquina. Por sua vez, a informação é usada para tomar decisões sobre como os sistemas da máquina irão reagir. Estas “funções inteligentes” podem fazer pré-cálculos da medição e do diagnóstico e enviá-las para o controle da máquina e para o servidor de dados do processo. Isto torna o processo mais seguro e alivia o controle da máquina, que pode usar seu poder de processamento completo para operar a fábrica."

Que produtos a HBM atualmente fornece que já estão se movendo nesta direção?

"A HBM expandiu seu portfólio em sensores de força, tensão e torque industriais, bem como em amplificadores industriais que oferecem alta precisão, funções inteligentes e interfaces modernas em tempo real. O novo condicionador de sinais industrial chamado ClipX é o nosso destaque. Oferece uma excelente classe de exatidão de 0,01, interfaces modernas e uma interface web que também permite acesso e controle remoto.

A HBM continuará desenvolvendo tecnologias de medição com sensores e amplificadores mais inteligentes. Estamos investindo em projetos menores e mais econômicos de sensores e amplificadores. Os sistemas amplificadores serão, com o tempo, ainda mais digitalizados, reduzindo os componentes analógicos. Também estamos gastando mais tempo e esforço na implementação de algoritmos inteligentes para simplificar o controle de parâmetros para o usuário final."

O ClipX é o novo condicionador de sinais de um canal da HBM. Com uma classe de precisão de 0,01, interfaces diferentes e uma interface web intuitiva, é a escolha perfeita para processos de produção e bancadas de teste.

Que outros serviços oferecem para ajudar os clientes na transição para a medição digital?

"A HBM possui uma divisão de atendimento ao cliente altamente competente. Oferecemos serviços in loco; por exemplo, a instalação e configuração de cadeias de medição. Outra vantagem é o desenvolvimento de sensores e software personalizados para aplicações em campo. Estes sistemas variam de cadeias de medição únicas a grandes sistemas de medição com mais de 10.000 canais."

Que áreas de pesquisa a HBM está investigando para desenvolver ainda mais sua tecnologia de medição?

"A HBM vê o futuro em soluções baseadas em nuvem. Isto significa que a HBM oferece a cadeia de medição e o servidor de dados para soluções de medição personalizadas que cobrem toda a cadeia de medição."

Obrigado Sr. Guckes pelas percepções muito interessantes. A digitalização realmente oferece muitas oportunidades para as empresas aumentarem a eficiência nos processos de produção e nos estandes de teste. Em caso de dúvidas, não hesite em contatar o Sr. Guckes diretamente em michael.guckes@hbm.com.

Conteúdo adicional

ClipX - condicionador de sinais industrial
O condicionador de sinais ClipX é preciso, oferece interfaces de automação, uma interface web intuitiva e funções inteligentes.
Fundamentos de IPC
Tudo o que você precisa saber sobre controle de processos industriais (IPC) e condicionadores de sinal. Estudos de caso, webinars, artigos técnicos e mais!
O que é um Condicionador de Sinal?
O condicionamento de sinal é um processo de aquisição de dados, e um instrumento chamado condicionador de sinal é usado para executá-lo.
Fale Conosco Entre em contato com a HBM do Brasil para mais informações sobre produtos, sistemas, dúvidas técnicas e cotações.