O cabo certo para sua medição de força

Os cabos de medição são um componente essencial da cadeia de medição e afetam significativamente a precisão do resultado. Interferências potenciais, como campos eletromagnéticos de dispositivos eletrônicos, inversores ou motores elétricos, desempenham um papel importante neste contexto.

Uma ponte de strain gauge possui um sinal de saída baixo, devido ao seu princípio de projeto: Normalmente, os transdutores baseados em strain gauge possuem um sinal de saída de 2 mV/V. Também estão disponíveis versões com um sinal de saída de 4 mV/V (por exemplo, nos modelos U10M e C10 da HBM).

A tensão de excitação usual (tensão de alimentação) é de 5 V. Portanto, quando a faixa de medição é totalmente utilizada, 10 mV estão disponíveis (20 mV com sensores com um sinal de saída alto). A eletrônica moderna permite obter incertezas de medição que podem ser significativamente menores que 0,1%, dependendo das condições do ambiente. É óbvio que este pequeno sinal deve ser protegido com segurança contra o impacto de seu ambiente eletromagnético.

Para conseguir isto, o laboratório credenciado interno de EMC da HBM, estabelecido há muitos anos, está disponível para verificar o comportamento dos nossos sensores de força sob a influência de campos eletromagnéticos.

Medidas para melhorar a EMC

A blindagem do cabo do sensor é conectada galvanicamente à caixa do sensor e à caixa do amplificador, criando uma gaiola de Faraday para alcançar um alto padrão. Portanto, todos os componentes da cadeia de medição são blindados. A HBM oferece um cabo com blindagem dupla (tipo 139B), particularmente imune a interferências nos casos em que campos eletromagnéticos extremamente fortes ocorrem.

A montagem dos cabos requer um alto padrão de limpeza e proteção. Certifique-se de limpar completamente as superfícies da instalação removendo o agente de fluxo restante, protegendo a instalação com segurança dos sinais de interferência de alta frequência e criando juntas de solda adequadas. Especificações de trabalho detalhadas são fornecidas para a montagem do cabo, para garantir proteção total contra interferências eletromagnéticas e um alto padrão de produção. A medição dos fios produzidos dessa maneira garante resultados confiáveis em qualquer ambiente.

Outras propriedades técnicas importantes além da EMC:

  • Cabos de baixa capacitância devem ser usados para minimizar o efeito de crosstalk capacitivo.
  • As propriedades capacitivas e de isolamento dos cabos devem mudar o mínimo possível devido às variações de temperatura para garantir que o cabo não tenha (ou o mínimo possível) impacto nas propriedades de medição dependentes da temperatura.
  • Os cabos que devem ser usados com correntes de arrasto devem ser mecanicamente robustos.Um requisito essencial é que os cabos sejam resistentes aos elementos comuns necessários para a operação no ambiente de medição. Isto se aplica, em particular, a óleos que podem estar presentes em aplicações próximas a dispositivos hidráulicos.
  • Eventualmente, é essencial que, com pequenas forças, o cabo seja o mais flexível possível. Caso contrário, há o risco de as forças necessárias para mover os cabos serem medidas, mesmo que não estejam relacionadas ao processo.

Em geral, os cabos de medição da HBM oferecem grande parte das propriedades exigidas; no entanto, nenhum cabo pode atender totalmente a todos os requisitos. Por exemplo, o cabo de blindagem dupla é um pouco mais rígido e, portanto, não é adequado para uso com correntes de arrasto ou pequenos sensores. 

Em geral, sempre existe uma solução, independentemente de a aplicação envolver altas temperaturas, exigir alta precisão ou exigir cabos mecanicamente robustos. É por isso que a HBM reestruturou os cabos de medição para transdutores de força:

  • A HBM instala os cabos e os plugues de acordo com os requisitos para sensibilidade reduzida à interferência

  • Soluções para todos os tipos de sensores de força e sistemas amplificadores estão disponíveis

  • Três cabos diferentes com características diferentes oferecem uma solução para praticamente qualquer tarefa de medição em qualquer ambiente

Toda corrente é tão forte quanto o elo mais fraco! Portanto, os componentes individuais são descritos em detalhes no datasheet. Para facilitar sua escolha, todos os cabos podem ser combinados com todos os plugues no lado do sensor e do amplificador. Ficaremos felizes em ajudá-lo pessoalmente

Tipos de cabo K-CAB-F:

Cabo padrão

Cabo de medição robusto, termicamente e quimicamente resistente que oferece boas propriedades metrológicas.

  • Até 85 °C
  • Adequado para uso ao ar livre
  • Resistente ao óleo de máquinas, emulsões de óleo, água do mar, soluções alcalinas diluídas e ozônio

Cabo com blindagem dupla

Cabo de medição com blindagem dupla que oferece excelente simetria capacitiva para medições altamente precisas.

  • Adequado para tarefas de medição de referência e longas distâncias, altas frequências de portadoras e variações de temperatura
  • Não é adequado para correntes de arrasto e aplicações nas quais o cabo está sujeito a movimentos constantes
  • Resistente a muitas soluções alcalinas, ácidos e água do mar

Cabo altamente flexível

Cabo de medição altamente flexível com um pequeno diâmetro externo, adequado para aplicações em que está sujeito a movimento constante com uma derivação de baixa força.

  • Adequado para correntes de arrasto e medição de pequenas forças, com temperaturas estáveis e baixas frequências portadoras
  • Adequado para uso ao ar livre
  • Resistente a muitos óleos de máquinas, emulsões de óleo, água salgada, água do mar, soluções alcalinas diluídas e ozônio

Documentação técnica K-CAB-F

Produtos relacionados

U10 - Sensor de Força Preciso e Robusto.
Sensor com alta resistência à momentos fletores para tarefas de medição dinâmicas e estáticas.
Transdutor de força KDB (EN12390)
Sensor de força especial para verificação de máquinas de ensaios de materiais, em acordo com a ISO7500-1 e EN12390.
HBMshop Veja preços, disponibilidade e obtenha uma cotação.