Fácil ajuste de parâmetros de software por dados de sensor adicionais via XCP-on-Ethernet

Com o aumento do tamanho e da complexidade, o desenvolvimento de software funcional desempenha um papel crucial em qualquer tipo de veículo. Algoritmos executados em unidades de controle eletrônico ( ECUs ) modernos precisam ser ajustados antes do lançamento dos veículos e mantidos regularmente. O ajuste fino e a otimização da ECU começam em um ambiente simulado no PC, mas ainda são predominantemente validados em condições reais em uma bancada de teste ou teste móvel em uma pista.

Dados adicionais do sensor melhoram as percepções físicas e são fundamentais para uma rápida otimização e lançamento do software. Adicionar módulos de medição QuantumX e suas entradas altamente universais, reunindo todos os tipos de sensores de forma escalável, permite sobrepor todas as fontes de dados - sensores no veículo e sensores adicionais de dados de sinal de barramento.

Colocar todos os dados no mesmo fluxo de trabalho com o protocolo XCP padronizado é fácil e muito flexível. Tudo isso garante uma integração amigável com sua ferramenta de software existente e configurações de teste para medição, calibração e diagnóstico (MCD), otimizando o software embarcado.

Calibração e diagnóstico de ECU

Clique em "Enable HBM technology" para ver a diferença.


QuantumX e SomatXR: Medições flexíveis e de alta qualidade fornecidas via XCP-on-Ethernet

Com o sistema de medição e aquisição de dados QuantumX e sua versão robusta SomatXR, a HBM oferece funcionalidade e flexibilidade exclusivas. Ao suportar padrões estabelecidos de comunicação, como Ethernet TCP/IP v4/v6, XCP-on-CAN/FD, CAN/FD e integração paralela em tempo real via EtherCAT e PROFINET, ele eleva a integração digital a um novo nível. A nova funcionalidade XCP-on-Ethernet torna a otimização do software ECU mais fácil e rápida do que nunca:

  • Integração de qualquer entrada de sensor de medição mecânica, elétrica, hidráulica, térmica, quantidade de fluxo
  • Alta velocidade e A/D preciso com tecnologia patenteada de supressão de ruído
  • Versão padrão ou ultra-robusta ou uma combinação de ambas
  • Versão robusta com IP65/IP67, choque e vibração MIL-STD, faixa de temperatura de –40 - 80 °C e resistência ao ponto de orvalho
  • Facilmente escalável desde quatro entradas a algumas centenas de canais além de distribuível - com instalação utilizando cabos de sensor curtos perto do corpo de prova

Os novos gateways QuantumX CX27C da HBM e SomatXR CX27C-R, suportam o protocolo XCP-on-Ethernet padronizado como um cliente. O software gratuito MX Assistant permite configuração e diagnóstico rápidos e fáceis a partir de qualquer PC.

 

Saiba mais: QuantumX CX27C ­     Saiba mais: SomatXR CX27C-R ­

XCP-on-Ethernet e novos gateways QuantumX CX27C e SomatXR CX27C-R - Benefícios:

  • Recurso de cliente XCP-on-Ethernet incluído (50-100 vezes mais rápido que CAN)
  • Suporte para XCP Versão 1.4, mas também compatível com versões anteriores à Versão 1.0.
  • Software de configuração gratuito MX Assistant incluído
  • Configuração de canal por banco de dados de sensor extensível ou automaticamente por suporte a sensor inteligente (TEDS, IEE1451.4)
  • Geração de configuração geral como arquivo A2L e leitura na ferramenta MCD
  • Integração paralela em EtherCAT ou PROFINET
  • Software catman HBM para qualquer outro trabalho de teste e medição

Como integrar os dados do sensor?

A otimização ('calibração') de algoritmos de software de ECU é um método estabelecido em testes de bancada e móveis. Normalmente, é feito usando a seguinte configuração:

  • Ferramenta de software de medição, calibração e diagnóstico (MCD) para PC
    (Serviço escravo QuantumX XCP testado com PUMA Open por AVL, INCA por ETAS, CANape por Vector, ControlDesk por dSPACE, DiagRA® X por RA Consulting ou VISION por Accurate Technologies Inc (ATI))
  • Link para a rede do veículo e único ou todos os eletrônicos (ECU):
    CAN FD/CAN, SAE J1939, LIN, FlexRay, Ethernet automotivo e protocolos de diagnóstico
  • Módulos de medição como QuantumX ou sua versão robustaSomatXR para informações de sensor versáteis de alta resolução adicionais, sincronizados com o parâmetro geral e dados de sinal, vídeo adicional e GNSS

ECUs: Unidades de controle em veículos

As funcionalidades de um veículo ou aeronave são principalmente encapsuladas como software em computadores embarcados e unidades de controle (ECUs). A funcionalidade de controle de parâmetros é armazenada em memória dedicada e pode ser endereçada diretamente por meio de rotinas padronizadas. Para ler ou editar ('calibrar') esses parâmetros, os dados precisam ser transferidos por meio de um protocolo padronizado para um conjunto de ferramentas MCD (Measurement Calibration Diagnosis) específico para ser analisado e processado de forma manual ou automática.

A otimização de software tem vários pontos de contato na engenharia de software: de Prototipagem Rápida de Controle (RCP), via Software-in-the-Loop (SIL), Hardware-in-the-Loop (HiL) e teste de bancada para teste móvel e acabamento geral de um veículo completo. Pode ser encontrado em domínios como powertrain, controle de chassi, frenagem, carroceria/conforto e segurança ativa.

Os pontos de contato, onde as verdadeiras percepções físicas são os algoritmos e a funcionalidade da ECU de otimização, são a análise do sistema logo no início, o primeiro teste de protótipo em veículos ou em aplicações de teste de bancada e o ajuste fino geral do veículo e acabamento em campos de provas ou em vias públicas. Nessas áreas de aplicação primária, os engenheiros de software estão examinando cenários de teste reais ou simulados.

XCP: Padronização por ASAM

A ASAM - Associação para Padronização de Sistemas de Automação e Medição, prevê que em uma cadeia de processo de desenvolvimento, a padronização ajuda as ferramentas a serem interconectadas livremente e os dados a serem trocados de forma contínua. As ferramentas são utilizadas no processo de desenvolvimento e validação de veículos, seus componentes e seus sistemas de controle.

O termo XCP é baseado no protocolo de calibração CAN (CCP) do padrão ASAM. A versão inicial do XCP de 2003 foi projetada principalmente para o desenvolvimento, calibração e teste de ECU na indústria automotiva. Hoje, ASAM MCD-1 XCP é um padrão para basicamente todas as ferramentas líderes na área de calibração de medição. ASAM MCD-1 XCP é necessário para ler e editar a memória da ECU. A troca de dados entre a ECU e as ferramentas pode assim ser ajustada otimizando os parâmetros dos algoritmos da ECU.

Como a HBM é membro da ASAM, o intercâmbio e a cooperação com outros fornecedores no mercado nos ajudam a dar aos clientes o máximo de flexibilidade para atingir seus objetivos de projeto.


Documentação técnica

Título / DescriçãoIdioma
Tech Notes

This TECH NOTE describes how to integrate QuantumX / SomatXR into CANape via standardized XPC-on-Ethernet.

English

This TECH NOTE describes how to integrate QuantumX / SomatXR into ControlDesk software set up as XCP master via standardized XPC-on-Ethernet.

Multi idiomas

Produtos Relacionados

Solicite um orçamento

Pergunte ao Especialista da HBK

Favor enviar:


Faça sua pergunta

Pergunte ao Especialista da HBK

Favor enviar:


Faça sua pergunta

Green check mark Sua proposta personalizada

Green check mark Consultoria técnica gratuita

Green check mark Resposta rápida de nosso especialista

Fale Conosco Entre em contato com a HBM do Brasil para mais informações sobre produtos, sistemas, dúvidas técnicas e cotações.