Célula Digital de Carga FIT7A
Célula Digital de Carga FIT7A

Por que o fabricante de rolamentos NTN-SNR escolheu as células de carga digitais da HBM

Com o lançamento da célula de carga digital FIT7A, a HBM iniciou um novo capítulo em aplicações de pesagem dinâmica e medições industriais. Com sua alta precisão (Classe C4 de acordo com OIML R60), esta célula de carga permite a extensão da tecnologia de strain gages para aplicações reservadas, até agora, para tecnologias de compensação de força eletromagnética (EFC).

Embora mantendo as principais vantagens dos sensores de strain gage, sua robustez comprovada ao longo de décadas de utilização sob condições industriais severas e agressivas, uma alta taxa de amostragem (180 pesagens/min) e, acima de tudo, um preço menor que 60% da tecnologia EFC.

Com a FIT7A, a HBM destaca seu extenso conhecimento no campo dos transdutores digitais. No início dos anos 2000, a HBM foi o primeiro fabricante a oferecer uma célula de carga dinâmica com eletrônica embarcada para o mercado. E as indústrias francesas estavam dentre as primeiras a adotarem esta tecnologia.

Tempo e espaço como fatores críticos para o projeto de máquinas

Uma das primeiras empresas francesas a usar nossas células de carga foi a NTN-SNR, um fabricante internacionalmente conhecido de rolamentos e guias com atividades em vários mercados (automotivo, aeroespacial, agrícola, ferroviário, equipamentos industriais para pedreiras, minas, etc.). A aplicação se concentra em verificar a quantidade exata de graxa que é injetada dentro dos rolamentos. Esta quantidade é crítica, uma vez que a vida útil do rolamento e, claro, a segurança do equipamento no qual está instalado, depende dela (superaquecimento pode ser perigoso). A quantidade de graxa é medida através de uma bomba de pistão, mas para mais segurança, a NTN-SNR prefere verificar isso pesando duas vezes o rolamento: antes e depois da lubrificação com graxa. Até então, a dupla pesagem era realizada usando balanças de laboratório de alta precisão.

Como esta estação de inspeção estava era um gargalo do processo produtivo, a NTN-SNR procurou uma solução melhor e comprou um equipamento que realiza tanto a injeção da graxa quanto a dupla pesagem dos rolamentos. Foi neste equipamento que o sensor FIT foi instalado. O equipamento foi projetado e fabricado pela BEA. Com estes dois desafios, lembra Philippe Viallet, que gerenciava a empresa:

“Primeiro, era o imperativo do tempo: toda a operação (lubrificação e dupla pesagem) deveria ser completada em poucos segundos. Depois, também havia a questão de espaço.”

A célula de carga FIT7A instalada sob o ponto de inspeção
A célula de carga FIT7A instalada sob o ponto de inspeção
Rolamento da NTN-SNR
Rolamento da NTN-SNR
Ponto de inspeção de lubrificação dos rolamentos
Ponto de inspeção de lubrificação dos rolamentos

Prova de confiabilidade a longo prazo

Para este equipamento, as soluções técnicas escolhidas naquela época parecem audaciosas hoje. Embora a integração de técnicas digitais nos sensores já pareça inevitável, a célula digital de carga FIT da HBM foi um passo sem precedentes para células de carga dinâmicas. Ela precisava de um grande voto de confiança para ser instalada em um equipamento crítico de produção que tinha que operar sem interrupção, 24 horas por dia.

Para Philippe Viallet, esta escolha demonstrou maior confiança no fabricante que na tecnologia. De acordo com ele,

“A escolha desta tecnologia foi tomada junto com nosso cliente, NTN-SNR. E se não hesitamos naquele momento, foi porque foi a HBM quem propôs este grande avanço”.

A HBM é uma especialista em células de carga que conhecíamos há muito tempo e não tinha o hábito de não cumprir uma promessa. Além do mais, o transdutor era baseado na tecnologia de strain gage que já havia provado seu valor quando se tratava de robustez. Como sabemos agora, o futuro mostrou que estavam certos: a célula de carga FIT cumpriu com suas promessas. De fato, para um fornecedor de equipamentos, uma aplicação que tenha funcionado por mais de 10 anos constitui uma grande prova de confiabilidade, particularmente em um equipamento destinado à produção ininterrupta. Esta garantia de longa vida útil, portanto, fez a NTN-SNR renovar sua confiança na última versão da célula digital de carga, a FIT7A, para instalação em um novo equipamento:

“Quando um conceito prova que vale a pena em campo, você ganha um tempo precioso replicando este tipo de instalação para projetos futuros, garantindo uma base técnica muito sólida”.

É assim que a confiança de um cliente na HBM e em suas soluções de pesagem dinâmica cresceu e como se perpetuou ao longo do tempo. Esta experiência positiva e o sucesso de um projeto audacioso culminaram na satisfação dos usuários nos faz querer oferecer soluções inovadoras e cada vez mais eficientes no campo da pesagem dinâmica.


LOogotype NTN - SNR

Sobre o cliente

NTN SNR Roulements

74010 Annecy - França

Sobre o integrador:

BEA Etudes et Réalisations

74960 Grand Gevrier - França


Fale Conosco Entre em contato com a HBM do Brasil para mais informações sobre produtos, sistemas, dúvidas técnicas e cotações.