Lista de termos relacionados à medição de tensão com sensores ópticos

λComprimento de onda

O comprimento de onda é o comprimento de onda de pico medido em um sensor de fibra óptica baseado em redes de Bragg. Normalmente é expresso em nanômetros (nm).

λ0Comprimento de onda de referência

O comprimento de onda de referência é o comprimento de onda de pico de um sensor de rede Bragg de fibra em uma condição de referência (tensão zero, na temperatura de referência, e assim por diante .. Normalmente é expresso em nanômetros (nm).

ΔλVariação do comprimento de onda

A variação do comprimento de onda (também comumente referida como deslocamento ou como mudança) é a diferença entre o comprimento de onda e o comprimento de onda de referência (valor de referência): Δλ = λ - λ0. Normalmente é expresso em nanômetros (nm).

kfator kO fator de medição k (também conhecido como fator k) de um medidor de tensão óptico é a mudança proporcional no comprimento de onda de Bragg (Δλ / λ0 ) e na variação de deformação Δε . Está sendo medido como: Δλ / λ0 = k.Δε. Esse valor é um número adimensional e depende da fibra óptica usada e do encapsulamento do sensor. No caso dos sensores de tensão óptica HBM, o fator k é identificado nas folhas de dados e calibrações que são entregues individualmente com cada sensor.
εTensão

A tensão é um valor adimensional que representa a variação relativa no comprimento de um material ao seu comprimento inicial. É normalmente de um valor muito pequeno e, portanto, é representado por μm/m, ppm ou 10 -6 .

SSensibilidade

A sensibilidade de um sensor de tensão óptico é a relação direta entre a tensão medida e a mudança no comprimento de onda de Bragg: Δε / Δλ = S. Normalmente é indicado como valor em micro-deformação por nanômetro [(μm / m) / nm) ] e é diferente para cada sensor, pois depende do comprimento de onda da base inicial, ou seja: S = 1 / (k. λ0 ).

 TCSSensibilidade cruzada da temperatura

A sensibilidade cruzada da temperatura é uma variação da medida do sensor causada pela variação de temperatura. É a tensão que é medida erroneamente quando há uma mudança de temperatura de 1ºC (ou 1ºK). O valor é dado em (μm / m) / ºC [ou (μm / m) / ºK] e pode ser usado para compensar o efeito da temperatura no sensor de tensão óptico (não considerando a compensação para a expansão térmica da amostra) .

σEstresse

O estresse mecânico é expresso pelo quociente da força F e a área de seção transversal A do material estressado, σ = F / A. Normalmente é representado em KPa.

EMódulo elástico

O módulo de elasticidade, ou o módulo de Young, é a relação entre estresse e tensão em um material elástico linear. É dada pela Lei de Hooke (σ = E.ε ). Normalmente, é representado em GPa (10 9 Pa) para correlacionar a deformação em μm / m (10 -6 ) com estresse em KPa (10 3 Pa).

vRazão de Poisson

A razão de Poisson é definida pela divisão da tensão transversal ε t e a deformação longitudinal ε l. Para as ligas de alumínio, ν = 0,33, por exemplo.


Recomendado para você

Hooke's Law Explained
In terms of elastic deformation of materials, the methods of calculating the stresses from the measured strains are based on Hooke’s Law, explained here.
Análise experimental de tensão
A Análise experimental de tensão consiste no uso de strain gauges para medir deformações em uma superfície. Conheça o princípio por trás do método.
Fundamentos de sensores ópticos de deformação
Conceitos básicos e fundamentais de medição de deformação com foco em strain gauges ópticos e suas aplicações, tais como monitoramento de saúde estrutural.
Fale Conosco Entre em contato com a HBM do Brasil para mais informações sobre produtos, sistemas, dúvidas técnicas e cotações.